Aliança Rio Doce

De WikiRioDoce
Ir para: navegação, pesquisa
Logo-AliancaRioDoce.png

Aliança Rio Doce é um coletivo e rede que tem como fim promover a aliança de pessoas, organizações, talentos e recursos para apoiar e dar suporte à regeneração socioambiental do Rio Doce e ao fortalecimento de iniciativas locais através da cocriação e realização de ações e projetos colaborativos. Desenvolvemos processos e protótipos de Regeneração Integral do Rio Doce.

Site (em fase de reestruturação): www.aliancariodoce.org
Facebook: www.facebook.com/aliancariodoce

Sobre a Aliança Rio Doce[editar]

A Aliança Rio Doce nasceu fruto do dia 5 de novembro de 2015, em resposta ao maior crime socioambiental do Brasil: o rompimento da barragem de rejeitos das Mineradoras Samarco/Vale/BHP.

Logo após o crime ativistas e grupos passaram a se mobilizar, organizando diversas Expedições de apoio ao Rio Doce. Ao retornar, tais expedições passaram a promover encontros entre si e entre outros grupos solidários à causa que também haviam ido ao território e/ou iniciado iniciativas de apoio, suporte e monitoramento dos impactos e desdobramentos da tragédia. Entre estes grupos estão o a Expedição Rio Doce Vivo, o GIAIA, a ARCA, A Expedição das Minas, Doce Conspiração, Ocupe o Rio Doce, Meu Rio Doce entre outros. Do encontro destes grupos, do compartilhamento das demandas locais, das indignações e vontades de mudança nasceram várias iniciativas de transformação.

A Aliança se organiza em Abril de 2017 como uma convergência de cidadãos, ativistas, iniciativas e interessados em somar forças no movimento de regeneração socioambiental e defesa do Rio Doce e suas populações e vem cocriando, juntamente com as populações locais, diversos projetos e fomentado uma rede colaborativa ao longo da Bacia Hidrográfica do Rio Doce, no Brasil e no Mundo.

Estamos Vivos, Estamos Juntos e Somos Muitos > essa é uma frase de garra usada ao longo do Rio Doce e nos inspira constantemente a seguir acreditando e agindo pela regeneração integral do Rio Doce. Faça parte desta Aliança!

Conceitos chave e Valores[editar]

Ao longo da trajetória deste coletivo criamos alguns conceitos chave que foram sendo criados ou adaptados às necessidades, compreensão e consolidação dos processos vivenciados.

Regeneração Integral

Turismo Regenerativo

Protótipos de Regeneração

Os valores base que ancoram nossos processos são:
REGENERAÇÃO INTEGRAL E INTERDEPENDENTE: individual, afetiva, comunitária, social, ambiental, cultural, econômica, ética, política. A visão do Rio Doce como um case de regeneração para o mundo.

AFETO: base para processos profundos e significativos.

ESCUTA ativa das águas, natureza, crianças, anciãos, comunidades e cultura.

Aliar ANCESTRALIDADE + INOVAÇÃO: a potência da união do conhecimento ancestral com novas tecnologias, permacultura e soluções eficazes e populares.

PROTOTIPAR: aprender fazendo pequeno> celebrar> availiar> melhorar> expandir.

COOPERAÇÃO EM AÇÃO: crença no poder do coletivo em gerar transformações.

Fomentar AUTONOMIA COMUNITÁRIA: autoestima, liberdade e poder de realização local.

SER REDE: compartilhar aprendizados, pedir ajuda, multiplicar.

Projetos[editar]

Linha do Tempo[editar]

Expedições, mapeamentos participativos, cocriação de projetos e outros envolvimentos e participações:

2015[editar]

Novembro

Dezembro

2016[editar]

Janeiro

Fevereiro

Março

Abril

Maio

Junho

Julho

Agosto

Setembro

Outubro

Novembro

Dezembro

2017[editar]

Janeiro

  • Início da parceria com Rio Doce Help para Ações Integradas na Foz


Março

  • Início das atividades na Casa Rosa (artes, música e criação de estrutura base)
  • Oficina de muqueca de cajú na comunidade de Campo Grande, no Norte da Foz do Rio Doce


Abril

  • Encontros comunitários de diagnóstico e cocriação do Festival Regenera Rio Doce (Areal, Entre Rios, Regência, Campo Grande, Pontal do Ipiranga, Comboios)


Maio

  • Cofundação do Fórum dos Povos do Manguezais do Norte da Foz do Rio Doce
  • Oficinas na Escola de Regência (cocriação do Festival Regenera Rio Doce, engajamento, educação ambiental)


Junho

  • Atividades e organização pré Festival Regenera


Julho

  • Parceria para organização da Expedição Riso Doce, com Palhaços sem Fronteiras e Companhia Cromossomos
  • Realização do Festival Regenera Rio Doce, com dezenas de atividades de 14 a 30 de julho


Agosto

  • Início do Grande Ciclo - ciclo caravana da Foz à Mariana, por 4 meses
  • Prestação de contas do Festival e chamado inicial para criação da comissão comunitária para gerenciar recursos restantes
  • Aprovação de parceria da Lush para projeto de melhorias e desenvolvimento da WikiRioDoce.org


Outubro

  • Participação no ECCO - chamado pela Resiliência Planetária, com Global Ecovillage Network, CASA Latina e Casa Brasil


Novembro

  • Participação na mesa de aliados do encontro das comissões de atingidos da bacia do Rio Doce/MAB.
  • Mentoria e articulação no WIL Brasil (Water Innovation Lab Brasil - Laboratório de Inovação da Água, com presença de 70 jovens inovadores)
  • Oficina com Jogo do Rio Doce no ColaborAmérica, no Rio de Janeiro
  • Reuniões com comissão comuntária para projetos locais com verba do Festival
  • Finalização do vídeo do projeto das cisternas, filtros e integração social na foz, confecção do relatório e coleta de água para análise na comunidade do Areal.


Dezembro

  • Articulação de aliados no Caparaó capixaba
  • Finalização do Grande Ciclo

Fontes[editar]