Grande Ciclo

De WikiRioDoce
Ir para: navegação, pesquisa
Descrição Logo
O Rio está em nós!

Pedalada de Regeneração pela Bacia do Rio Doce.
rádio - jogo do Rio Doce - plantar águas - lixo zero - cultura nativa

Um chamado de Watu aos Guerreiros do Rio Doce...
BITÁCORA DE VIAGEM: Atualizações e planejamento da caminhada

Última atualização: Sexta 10 de novembro de 2017
Escolas visitadas: 8
Apresentações: -
Arvores plantadas: -

3ª ETAPA - Alto Rio[editar]

Escola Claudionor Lopes-MG[editar]

  • Lugar: Barra Longa
  • Data: 05de dezembro de 2017
  • Apresentação Grande Ciclo

Detalhes:
Grande Ciclo na Escola Claudionor Lopes-MG
FOTOS!
VÍDEOS!
ÁUDIOS!

Escola Estadual Maria Amelia-MG[editar]

  • Lugar: Rio Doce
  • Data: 01 de dezembro de 2017
  • Apresentação Grande Ciclo

Detalhes:
Grande Ciclo na Escola Estadual Maria Amelia-MG
FOTOS!
VÍDEOS!
ÁUDIOS!

Escola Família Agrícola de Camões[editar]

  • Lugar: Sem Peixe
  • Data: 29 de novembro de 2017
  • Apresentação Grande Ciclo

Detalhes:
Grande Ciclo na Escola Família Agrícola de Camões-MG
FOTOS!
VÍDEOS!
ÁUDIOS!

Escola Estadual em Horto Belem-MG[editar]

  • Lugar: Cava Grande
  • Data: 23 de novembro de 2017
  • Apresentação Grande Ciclo

Detalhes:
Grande Ciclo na Escola Estadual em Horto Belem-MG
FOTOS!
VÍDEOS!
ÁUDIOS!

2ª ETAPA - Meio Rio[editar]

Escola Estadual Maurilio Benese[editar]

  • Lugar: Ipatinga
  • Data: 20 de outubro de 2017
  • Apresentação Grande Ciclo

Detalhes:
Grande Ciclo na Escola Estadual Maurilio Benese-MG
FOTOS!
VÍDEOS!
ÁUDIOS!


Escola Israel Pinheiro de Governador Valadares-MG[editar]

  • Lugar: Governador Valadares
  • Data: 30 de outubro de 2017
  • Apresentação Grande Ciclo

Detalhes:
Grande Ciclo na Escola Israel Pinheiro de Governador Valadares-MG
FOTOS!
VÍDEOS!
ÁUDIOS!

Dia das Crianças em Aimorés-MG[editar]

  • Lugar: Aimores
  • Data: 12 de outubro de 2017
  • Apresentação na rua no Dia das Crianças, na festa que tudo ano prepara a da Tia Mara!

Detalhes:
Grande Ciclo no Dia das Crianças em Aimorés-MG
FOTOS!
VÍDEOS!
ÁUDIOS!


Escola Estadual de Baixo Guandu-ES[editar]

  • Lugar: Baixo Guandu
  • Data: 9 de outubro de 2017
  • Apresentação para duas turmas de 8º ano

Detalhes:
Grande Ciclo na Escola Estadual de Baixo Guandu, Baixo Guandu - ES
FOTOS!
VÍDEOS!
ÁUDIOS!

IFES Itapina[editar]

  • Lugar: Itapina
  • Data: 22 de setembro de 2017
  • Apresentação informal na reunião do Grêmio
  • Apresentação na turma do professor Daniel
  • Apresentação nas turmas do professor Silvio
  • Apresentação na turma da professora Tessa

Detalhes:
Grande Ciclo na Escola IFES, Itapina-ES

FOTOS!
VÍDEOS!
ÁUDIOS!

Escola Patrimônio Humaitá[editar]

  • Lugar: Humaitá
  • Data: 21 de setembro de 2017
  • Apresentação Grande Ciclo


Detalhes:
Grande Ciclo na Escola Patrimônio de Humaitá, Linhares-ES
FOTOS!
VÍDEOS!
ÁUDIOS!

Escola Castelo Branco[editar]

  • Lugar: Linhares
  • Data: 18 de setembro de 2017
  • Apresentação Grande Ciclo

Detalhes:
Grande Ciclo na Escola Castelo Branco, Linhares-ES
FOTOS!
VÍDEOS!
ÁUDIOS!

1ª ETAPA - Foz do Rio Doce[editar]

Escola Vila Regência[editar]

  • Lugar: Escola Vila Regência
  • Data: 12 de Setembro de 2017
  • Apresentação Grande Ciclo
  • Arvores plantadas: 50 mudas plantadas com os alunos do turno da manhã (6, 7, 8 e 9 ano).
  • Distribuição de mudas: 50 mudas distribuídas entre alunos de Quarto e Quinto ano. Mudas de Inga e Aroeira.
  • Rádio Solta Sapo: 3 oficinas de rádio foram realizadas para darem começo à Rádio Solta Sapo na Escola Vila Regência.

Detalhes:
Grande Ciclo na Escola Vila Regência, Linhares-ES
FOTOS!
VÍDEOS!
ÁUDIOS!

Escola da Comunidade de Areal[editar]

  • Lugar: Escola Comunidade de Areal
  • Data: 4 de Setembro de 2017
  • Apresentação Grande Ciclo
  • Arvores plantadas: 102 em total na comunidade. 37 dessas foram na Escola, tanto dentro como fora.. (Ipé Rosa, Ipé Amarelo Mirim, Ipé Amarelo Tabaco, Abacate, Palmito Jussara, Bananeira, Pitanga, Amescla ...)

Detalhes:
Grande Ciclo na Escola da Comunidade de Areal, Linhares-ES
FOTOS!
VÍDEOS!
ÁUDIOS!

Escola Aldeia Três Palmeiras, Aracruz[editar]

  • Lugar: Escola Aldeia Três Palmeiras
  • Data: 1 de Setembro de 2017
  • Apresentação Grande Ciclo
  • Arvores plantadas: 40 (Ipé Rosa, Ipé Amarelo Mirim, Ipé Amarelo Tabaco, Abacate, Palmito Jussara, Bananeira, Pitanga, ...)

Detalhes:
Grande Ciclo na Escola da Aldeia Três Palmeiras, Aracruz-ES
FOTOS!
VÍDEOS!
ÁUDIOS!

Quarta Cultural na Aldeia Caieiras, Aracruz[editar]

  • Lugar: OCA na Aldeia Caieiras, de Aracruz
  • Data: 23 de Agosto de 2017
  • Apresentação Grande Ciclo na Quarta Cultural da Aldeia

Detalhes:
Grande Ciclo na Aldeia de Caieiras, Aracruz-ES
FOTOS!
VÍDEOS!
ÁUDIOS!


Sobre o GRANDE CICLO!

Pedalaremos a Bacia do Rio Doce chamando @s Guerreir@s do Rio Doce para a responsabilidade de reciclar a relação dos humanos com a ÁGUA.

Será uma CicloCaravana em sentido oposto ao dos rejeitos da Mineração, de Regência-ES a Mariana-MG.

Temos como foco visitar e conectar os Centros de Educação ao longo da Bacia, por meio de plantios, vivências de conexão com as águas, jogos e dinâmicas lúdico-didáticas, e levando a voz das crianças através de uma rádio itinerante.

O "Grande Ciclo" se inspira nos saberes nativos, aquilo que "NEM A LAMA DESTRÓI".

Nossa jornada é pensada em três etapas ao longo de 3 meses: Foz, Meio, e Alto Rio Doce.
Seremos três oficineiros base e trabalharemos em coletivo com a rede REGENERA RIO DOCE.


Esse projeto conta com a força de vontade dos que nele atuam e com aqueles que são parte de uma rede maior de trabalho pela saúde da Terra (o chamado de Watu!).
Descobriremos junto às crianças da Bacia do Rio Doce como criar laboratórios de Regeneração das águas e o Rio Doce.


Quem somos[editar]

Após o Crime da lama que colocou a Bacia do Rio Doce em Crise Sócio Ambiental, o movimento de regeneração do Rio Doce torna-se inevitável. É nesse entusiasmo de transformar a realidade inaceitável que nasce a Aliança Rio Doce. Uma rede de apaixonados pelas Águas. Seres que moram dentro e fora da Bacia e que tem vivo o objetivo de Regenerar o Rio Doce a partir de uma escolha pessoal de transformação espiritual e coletiva.


Não somos uma pessoa jurídica. Somos plantadores de águas:

As Regenerantes partes dessa Aliança pesquisam e desenvolvem (ou melhor, re-envolvem!) Protótipos de Regeneração focando a cura pessoal como semente de coletivos e comunidades saudáveis, fortalecendo a autonomia das comunidades em relação ao contexto e seus desafios.

Das nossas mais recentes ações trazemos o Festival Regenera Rio Doce como espelho nosso e da nossa rede, que ocorreu na Foz do Rio Doce em Julho de 2017: Regência, Areal e Entre Rios.

Sobre as OFICINAS com as Escolas[editar]

Cada Escola Amiga se torna:

Plantar água: Plantios, Sementes, Agrofloresta[editar]

Rádio Solta Sapo[editar]

Levando em conta que a regeneração da Bacia é um processo geracional, as crianças dessa geração são o início dessa grande transformação. Por isso, é de suma importância que a voz delas seja fortalecida, e seu potencial de ação encorajado. Pedalaremos levando a Rádio Solta Sapo para convidar os pontos de educação a criarem programas de rádio que narrem seus processos de regeneração. Assim, as localidades trocam informações e se mantém conectadas.

Lixo Zero[editar]

Laboratório das três R: Reduz, Reusa, Recicla! Fomentando a tendência Lixo Zero. Desafios, caminhos possíveis, e soluções práticas para nosso cotidiano.

Jogo do Rio Doce[editar]

Temos o Jogo da Bacia do Rio Doce como uma ferramenta lúdico-didática de interação, compreensão, e conexão das pessoas com o território e malha hidrográfica onde vivem.

A wikiriodoce.org[editar]

A Enciclopédia da Regeneração da Bacia do Rio Doce, será a base virtual desse trabalho.

Uma plataforma livre, de edição colaborativa criada pela rede de Regeneração para guardar e movimentar as informações a respeito do processo de regeneração da Bacia do Rio Doce. Com a Enciclopédia da Regeneração mapearemos as escolas ao longo da bacia, conectando-as ao processo de Regeneração, convidando a se tornarem "Guardiães das Águas".

Guerreiros do Rio Doce[editar]

O Arquétipo do Guerreiro do Rio Doce nasce para despertar na nossa criança interna a atitude de trabalhar em Defesa e pela Regeneração da Bacia do Rio Doce.



Sobre os Oficineiros e suas Magrelas
Ananda

Vitor

Guina



MUDAS
  • Banana Ourinho - Doação Seu Nilton - Quantidade: 8


CHAMADOS de Parceria!

Pedido à Rede de Agricultura: MUDAS e SEMENTES[editar]

Durante o projeto Grande Ciclo faremos oficinas de plantios e sementes junto às Escolas e suas crianças. Para isso estamos mapeando e contactando a rede de produtores de mudas e Guardiões de Sementes, com o intuito de criar parcerias com um objetivo comum: Regeneração.

O que precisamos agora? → Doação de Mudas e Sementes para realizar as ações e oficinas com as Escolas da Bacia do Rio Doce.
Assessoria técnica agroflorestal também é uma demanda.

Quantas mudas? → Depende da parceria e do lugar, mas em geral estimamos 500 mudas para a região da Bacia no Espírito Santo. Esclarecendo que não esperamos conseguir todas as mudas apenas com um só parceiro.

Lista Árvores frutíferas nativas da Mata Atlântica mais conhecidas e com potencial de consumo[editar]

  • Abio
  • Abio-piloso
  • Ameixa-da-mata
  • Araçá
  • Araticum
  • Babaçu**
  • Bacupari
  • Bacuri
  • Biribá
  • Butiá
  • Cabeludinha
  • Café-do-mato
  • Cajá-pequeno
  • Cajázão
  • Caju*
  • Cambuci
  • Castanha-do-maranhão**
  • Cerejeira-do-mato
  • Goiaba
  • Grumixama
  • Guabiju
  • Guabiroba
  • Ingá
  • Jabuticaba
  • Jaracatiá
  • Jatobá
  • Jenipapo
  • Juçara
  • Mamoeiro-do-mato
  • Oiti
  • Pitanga
  • Pitomba
  • Sapucaia**
  • Sete-Capote
  • Siputá
  • Tarumã
  • Uvaia

Algumas Espécies Usadas em Reflorestamento nesta região MG e ES[editar]

PIONEIRAS[editar]

  • Embauba – Cecropia (diversas espécies)
  • Angico jacaré – Piptadenia gonoacantha
  • Caja mirim – Spondias monbin
  • Fedegoso - Senna macranthera
  • Fedegoso gigante – Senna alata
  • Leiteira – Tabernaemontana fushiaefolia
  • Pombeira - Cytharexylum myrianthum
  • Papagaio ou tamanqueira - Aegiphila sellowiana
  • Capixingui - Croton floribundus
  • Sangra d’agua - Croton urucurana
  • Marianeira - Acnistus arborescens

INTERMEDIÁRIAS[editar]

  • Amendoim do mato – Pterogyne nitens
  • Aroeira vermelha - Schinus terebinthifolius
  • Cabreúva, Balsamo - Myroxylon balsamum
  • Canafístula de fava - Cassia ferruginea
  • Canela branca - Ocotea spichiana
  • Caroba branca - Sparattosperma leucanthum
  • Catuaba branca - Eriotheca candolleana
  • Farinha seca – Albizia haslerii
  • Guapuruvu - Schizolobium parahyba
  • Ingá – Inga edulis
  • Ipê amarelo do cerrado - Tabebuia chrysotricha
  • Ipê roxo – Tabebuia avellanedae
  • Jacaranda da Bahia – Dalbergia nigra
  • Jenipapo - Genipa americana
  • Mulungu - Erythrina verna

CLIMAXES[editar]

  • Angico vermelho (mam. Porca) - Anadenanthera macrocarpa
  • Araribá - Centrolobium robustus
  • Brauna preta – Melanoxylon brauna
  • Cedro - Cedrela fissilis
  • Copaiba - Copaifera langsdorfii
  • Garapa - Apulea leiocarpa
  • Cutieira ou boleira – Joanesia princeps
  • Inuiba - Lecythis lúrida
  • Ipê amarelo da mata – Tabebuia serratifolia
  • Jatobá – Hymeneae courbaril
  • Jequitibá rosa - Cariniana legalis
  • Paratudo - Hortia arbórea
  • Pau Brasil – Caesalpinia echinata
  • Pau dalho - Gallesia intergrifoli
  • Pau ferro – Caesalpinia ferrea
  • Pau rei – Pterygota brasiliensis
  • Peroba do campo – Paratecoma peroba
  • Sapucaia – Lecythis pisonis
  • Vinhatico - Plathymenia foliosa
v · d · e         Grande Ciclo
Edição Portal

Texto Cabeceira  · Bitácora de viagem  · Sobre Grande Ciclo  · Chamados  · Oficineiros  · Navegador Grande Ciclo (esse mesmo!)

Formulários

Formulário Escola  · Formulário Localidade  · Relatos Grande Ciclo